Nutrition Reviews – Pigmento de origem herbal pode ajudar a reduzir de forma significativa a pressão arterial

por | Jan 30, 2020 | Lifestyle, Notícias

Os resultados de uma nova revisão científica permitem concluir que a ingestão do flavonóide quercetina poderá contribuir para reduzir significativamente a pressão arterial elevada em pacientes com doença cardiovascular

Esta revisão, publicada na revista Nutrition Reviews [periódico mensal, que publica artigos de revisão no campo da ciência da nutrição;foi criado em 1942 e adquirido pela Oxford University Press em 2015] começa por destacar que as doenças cardiovasculares estão a aumentar a um ritmo nunca antes visto, sendo responsáveis por mais de 17.3 milhões de mortes e tendo um impacto de 863 biliões de dólares anualmente.

Existia evidência anterior de que a ingestão de quercetina – um pigmento de origem natural presente em alimentos como a cebola, chás, maçãs e vinho tinto [e também nos frutos da Emblica officinalis, por exemplo] exerce uma acção protectora da saúde: anticoagulante, anti-inflamatória, anti-hipertensora e anti-hiperglicémica e tem uma acção benéfica em distúrbios do metabolismo de lipídios.

A equipa de investigadores analisou 17 estudos, com um total de 886 participantes, que avaliaram o impacto da quercetina na pressão arterial e nos níveis de glucose.  Cada estudo mediu os níveis de glucose, colesterol total e/ou insulina. Os resultados obtidos demonstraram que a ingestão  de quercetina diminui, de forma significativa, a pressão arterial sistólica. Os participantes que ingeriram quercetina durante 8 ou mais semanas apresentaram alterações significativas no colesterol HDL, não se tendo registado alterações significativas nos níveis totais de colesterol e nos níveis de glicémia em jejum; não se registaram efeitos adversos significativos em nenhum dos estudos.

Por fim, nesta revisão conclui-se que a redução da pressão arterial em mais de 10 mmHg diminui o risco cardiovascular em 50% em caso de insuficiência cardíaca, 25%-40% em caso de AVC e aproximadamente 20 a 25% em caso de enfarte do miocárdio. Com base nos resultados obtidos, os investigadores aconselham a toma de quercetina por pacientes hipertensos.

 

 

Haohai et al.

“Efect of quercetin supplementation on plasma lipid profiles, blood pressure and glucose levels: a systematic review and meta-analysis”

DOI: 10.1093/nutrit/nuz071

 

Artigos Relacionados

A nossa seleção …

A nossa seleção …

...para uma pele radiosa este Verão 🌞   Quando o intestino não funciona bem, começamos a...

0
    Carrinho
    Carrinho vazioVoltar à loja