Portes gratuitos para encomendas a partir de 50€ (Portugal).

Entregas em 48-72 horas (dias úteis)

Centella asiatica (Brahmi Gotu Kola)

Jul 11, 2021

Nomes comuns Asiatic pennywort (English), Brahma Manduki, Brahmi (Hindi), Ondelaga, Brahmi soppu (Kannada), Centelha asiática (PT)
Sânscrito Manduki, Mandukaparni
Nome botânico Centella asiatica (Linn.) Urban = Hydrocotyle asiatica Linn
Parte utilizada: Folhas

Distribuição Geográfica e Habitat – Planta nativa do subcontinente indiano, sudeste da Ásia e pântanos do sudeste dos Estados Unidos, tendo o seu habitat em áreas temperadas e tropicais pantanosas.
Centella asiatica ou tigre do prado (Centella asiatica L., 1879) é uma espécie herbácea pertencente à família Apiaceae. O termo Centella vem do catalão centella, por sua vez da centelha latina; o epíteto específico da Ásia (asiatica) referir-se-á ao local de origem.
Utilização – As folhas são a parte utilizada com fins terapêuticos. Entre os seus constituintes encontramos saponósidos triterpénicos, nomeadamente o asiaticósido e o madecassósido, saponinas triterpénicas, destacando-se o ácido asiático e o ácido madecássico, flavonóides e fitoesteróis, aos quais se deve a ação desta planta, quer isoladamente, quer em conjunto. A indicação, “adjuvante para o tratamento de feridas” é fundamentada em evidências de estudos pré-clinícos in-vivo, provando que os constituintes triterpénicos, levam a um aumento dos níveis de ADN, proteínas e colagénio total, permitindo, assim, aumentar a proliferação celular e a colagénese no local da ferida. Promovem ainda a angiogénese, possuem propriedades anti-inflamatórias e, mostram-se dotadas de atividade antioxidante, de uma forma diretamente dependente da concentração(1). Podem ser consumidas como alimento, em chás e são amplamente utilizadas pela indústria farmacêutica e cosmética.

(1) Produtos de Origem Natural com Efeitos Protetores ou Ativadores de Mecanismos de Reparação Cutânea – Perspetivas de Aplicação na Terapêutica de Feridas, Ana Sofia Lopes Coelho, Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, Junho 2015

Utilização tradicional em Ayurveda– Para a medicina ayurvédica, é uma das principais plantas utilizadas para a revitalização das células cerebrais, dado que ajuda a manter uma boa função cognitiva e a circulação venosa; apoia a circulação periférica. Gotu kola é um tónico rejuvenescedor para Pitta e, ao mesmo tempo, tem a capacidade de inibir Vata e ajudar a remover o excesso de Kapha. Sáttvica por natureza, é comumente chamada de alimento dos yogis, pois, desperta o chakra coronário e ajuda a manter o equilíbrio entre os dois hemisférios do cérebro auxiliando assim, a prática da meditação.

Rasa (sabor): amargo, adstringente, doce
Virya (energia): arrefece
Vipaka (efeito pós-digestivo): doce
Doshas: promove o equilíbrio de todos os doshas

Nota importante: Com a presente informação não se pretende diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença e a mesma não substitui a avaliação efetuada por um Profissional de Saúde.


Produtos onde pode encontrar esta planta:

Artigos Relacionados

Malva (Malva sylvestris)

Malva (Malva sylvestris)

Nomes comuns Common Mallow (EN), Malva (PT), Gurchanti (Hindi), Gulkhair (Sânscrito) Nome botânico...

Tulsi (Ocimum sanctum)

Tulsi (Ocimum sanctum)

Nomes comuns Holy basil (EN), Manjericão sagrado (PT), Tulsi (Hindi), Tulasi (Sânscrito) Nome...

0
    Carrinho
    Carrinho vazioVoltar à loja